MAIS AGILIDADE I Morosidade do Ministério Público de Itapecerica prejudica Servidores

Nosso Sindicato, ao constatar irregularidades no serviço público municipal de Itapecerica, notifica a Prefeitura e, caso não haja solução, direciona a denúncia para o Ministério Público Estadual (MP) da cidade, a fim de solicitar a intervenção de determinado órgão, por envolver dinheiro público nos apontamentos realizados pela entidade sindical. Contudo, o problema até aqui tem sido a morosidade do MP, algo muito prejudicial ao SFPMIS na defesa dos interesses do funcionalismo.

DENÚNCIAS REALIZADAS PELO SINDICATO:

15 de agosto de 2018 – Denúncia envolvendo o direito interesse dos Guardas Municipais – até agora não foi concluída.

25 de setembro de 2018 – Denúncia apontando que a Câmara Municipal não disponibiliza Tribuna Livre para os cidadãos do município – arquivada porque o MP entende não ser de sua competência.

18 de fevereiro de 2019 – Denúncia apontando irregularidades nos prédios públicos municipais, como péssimas condições e ausência de AVCB – até agora não teve nenhum resultado.

27 de agosto de 2019 – Denúncia sobre irregularidades no concurso público realizado, recentemente, pelo município em conjunto com o INDEC, que atenta contra o princípio da legalidade e demonstra interesses diretos na aprovação de candidatos que não são aqueles merecedores por notas – nenhuma providência foi adotada ainda.

RAFAEL CERONI SUCCI

Tais apontamentos demonstram que o Ministério Público Estadual de Itapecerica da Serra possui deficiência que resulta na morosidade de análise das denúncias. Com isso, o direito dos cidadãos e dos Servidores é prejudicado”, afirma o Doutor Rafael. Nosso presidente Adalberto Félix arremata: “Queremos um Ministério Público atuante e que realmente faça justiça. É preciso mais agilidade. O Sindicato, os Servidores e os cidadão da cidade vão ser gratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *