Câmara aceita pedalada da Prefeitura em mais de R$ 10 milhões e aprova pl

Os nobres vereadores de Itapecerica da Serra aprovaram ontem, dia 16 de junho, o Projeto de Lei 1.798/2020 que autoriza a Prefeitura não pagar a parte patronal ao Itaprev (Instituto de Previdência do Servidor). Segundo levantamento do Sindicato, serão mais de 10 milhões de reais deixados de recolher nestes sete meses. A minuta do projeto teve parecer favorável nas Comissões de Justiça, Orçamento e Finanças da Casa de Leis, e um tema tão importante como este foi aprovado em menos de 5 minutos.

DETALHES DO PROJETO

A Prefeitura ficará sem recolher de junho a dezembro de 2020. Voltará a contribuir a parte patronal a partir de janeiro de 2021. Esses sete meses que ficaram serão pagos a partir de janeiro de 2022, em dois anos, ou seja, 24 parcelas. O Sindicato denunciou o projeto, divulgamos e-mails e telefones dos vereadores para o Servidor pressionar, produzimos vídeos, entre outros, porém, mesmo assim, a matéria foi aceita pelos vereadores.

EFEITO COLATERAL

No entendimento do Sindicato vamos ter anos difíceis pela frente, pois com a pandemia da Covid-19 os parlamentares vão se apegar nas dificuldades e não em soluções para elas. Infelizmente, este projeto foi aprovado e causará efeito colateral em futuras negociações, como Plano de Cargos, Carreiras e Salários e Campanhas Salariais.

Leia também

Prefeitura quer dar PEDALADA de R$ 10 milhões no Itaprev. COBRE O PREFEITO E OS VEREADORES

Está na pauta de hoje (16 de junho) da Câmara Municipal o Projeto 1.798/2020 do Executivo. A Prefeitura quer dar PEDALADA no Instituto de Previdência dos Servidores, o Itaprev, e deixar de pagar entre junho e dezembro a contribuição patronal. Segundo levantamento do Sindicato, serão mais de 10 milhões de reais que deixarão de ser arrecadados… leia na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *