NOTA DO SFPMIS I Repudiamos ação conjunta entre Prefeitura e Câmara

O SFPMIS (Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Itapecerica) se posiciona refente à 7ª sessão da Câmara Municipal, que ocorreu em 31 de março. Lamentamos profundamente a omissão da Câmara e o oportunismo da Prefeitura em encaminhar para a Casa do Povo propostas de criação de cargos de confiança e proposta de alteração de referência de assessor especial, que agora ganhará 100% de gratificação.

NOTA OFICIAL DO SINDICATO

A Câmara Municipal de Itapecerica da Serra é uma vergonha! Tudo o que o prefeito Jorge Costa manda, ela aprova sem debater com os Servidores e a população! ACEITA TUDO! Desde quando foi determinado o isolamento social, há dias semanas, em razão da pandemia do Coronavírus, a Câmara aprovou 17 projetos. E sabe, Servidor e população de Itapecerica, para que eram esses projetos?

Veja o projeto de Lei 1.790/2020, mudou a referência de Assessor Especial de 10 para 20.
Sabe o que isso representa?

UM AUMENTO DE 60% NOS SALÁRIOS

Este mesmo projeto criou ainda mais um cargo de Diretor, com 70% de gratificação. Criou dois cargos de Chefe de Divisão, com 60% de gratificação. E mais dois cargos de Chefe de Serviço, com gratificação de 50%. Ainda, neste mesmo projeto, houve mudanças de referência do Arquiteto Urbanista e do Engenheiro.

E NÃO PARA POR AÍ

O PROJETO DE LEI 1.788/2020 autoriza o prefeito contratar operação de crédito à vontade nos bancos, alegando emergência em razão da pandemia da Covid-19. Pera lá, Prefeitura e Câmara. Recentemente, o Ministério da Saúde encaminhou mais de três milhões de reais para Itapecerica da Serra em razão do Coronavírus. O Governo Federal autorizou 85 bilhões de reais em medidas emergenciais para serem injetados na economia, inclusive com o congelamento da dívida dos municípios e permitiu a renegociação de dívidas com os bancos. O Ministério da Saúde disponibilizou mais de 40 milhões de equipamentos de proteção para os profissionais da Saúde. Além do mais, tramita na Câmara dos Deputados mais um projeto que autorizará mais 6 bilhões de reais para os Estados e Municípios

EXIGIMOS RESPEITO COM O SERVIDOR MUNICIPAL

EXIGIMOS RESPEITO COM A POPULAÇÃO DE ITAPECERICA DA SERRA

Repudiamos veementemente a ação conjunta da Prefeitura e Câmara, neste momento tão difícil para o planeta, articular vários projetos que trarão ainda mais despesas para o município. E aí, Jorge Costa: como Itapecerica não tem dinheiro? SE NÃO TEM DINHEIRO POR QUE CRIOU MAIS CARGOS E MUDOU A REFERÊNCIA DOS COMISSIONADOS? E não esquecemos de como o senhor prefeito vê o Servidor!

O Sindicato que representa vidas. E essas vidas fazem Itapecerica funcionar. E essas vidas votam, elegem e derrubam parlamentares que não cumprem seu papel como deveriam, e darão o troco nas próximas eleições! E não fomos contra não, Servidor, não fomos contra a criação dos oito cargos de Professores de Desenvolvimento Infantil, que inclusive era uma reivindicação do Sindicato. Servidor: a pressão funcionou, tanto que pediram vista nos projetos!

E ao nobre vereador Markinhos da Padaria ficam as perguntas: 
Combater a criação de cargos é politicagem?
Combater os senhores vereadores que aceitam tudo do prefeito é politicagem?

Nós do Sindicato defendemos a vida. Combatemos pessoas como o senhor, Markinhos da Padaria, que aceita uma manobra dessa da Prefeitura, em colocar a liberação de empréstimos e criação dos cargos de PDIs neste pacote de maldades, com a criação de cargos e mudanças de referências. Exigimos dos nobres vereadores, em especial do Pastor Márcio e do Markinhos da Padaria, que cumpram seu papel e fiscalizem de fato a utilização dos repasses estaduais e federais para a Prefeitura de Itapecerica da Serra.

Servidor: merecemos um Executivo e um Legislativo que realmente olhe e aja a favor do povo. Não um Legislativo que em plena pandemia autoriza a criação de cargos e mudanças de referências. Pedimos ao nobre vereador pastor Márcio um debate ou audiência pública na Casa do Povo com o presidente do Sindicato, Adalberto Félix. Estamos à disposição. E aliás, Itapecerica é a única cidade da região onde o povo não tem direito de utilizar a Tribuna Livre!

Vergonha, omissão ou medo?
Os nobres vereadores poderão nos responder!

CLIQUE AQUI E LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *